GoMed – Barramento de Informações de Saúde em Blockchain

Barramento de Gestão de Informações de Saúde

A cadeia de movimentação de medicamentos e vacinas representa uma gama de empresas da área da saúde que vão desde a indústria de medicamentos até a entrega final da dose ao paciente. Essa cadeia é bastante complexa, pois cada elemento possui seus próprios procedimentos interno e sistemas.

Um lote medicamento é criado na indústria, ou é importado de outro país, passando por um ou vários centros de distribuição e transportadoras até chegar ao dispensador final (hospitais, farmácias, drogarias e unidades de saúde) para ser aplicado no paciente.

Evitar fraudes em cada um desses elementos, tornou-se um grande desafio para os reguladores da saúde, desde agências, fundações governamentais, secretarias de saúde estaduais e municipais ou o próprio Ministério da Saúde

Cada um desses órgãos governamentais possui sistemas e bancos de dados próprios que atuam no controle específico de processos desde a rastreabilidade de fármacos até prontuários médicos eletrônicos.

A dificuldade de ser integrar as bases governamentais, em conjunto com as empresas da cadeia de movimentação de medicamentos tem sido a um problema que afeta toda a população brasileira.

A solução encontrada pelos órgãos governamentais para o controle de diversos processos da área da saúde, em geral seguem o mesmo modelo: criar uma base de dados centralizada juntamente com um barramento de comunicações para que as outras entidades se comuniquem.

Um exemplo é o projeto SNCM (Sistema Nacional de Controle de Medicamentos) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que tem a intenção de rastrear os lotes de medicamentos dentro do território Brasileiro.

Esse projeto segue o seguinte padrão:

Outro exemplo nesse sentido é o Cartão Nacional de Saúde (CNS) do Ministério da Saúde. Nesse caso, o objetivo é garantir ao cidadão sua imediata identificação no cadastro nacional único para as unidades de saúde público ou privadas no atendimento e procedimentos médicos.:

Esse modelo de base de dados centralizada em conjunto com um barramento de comunicação para os outros participantes tem sido claramente utilizado em diversos projetos, mas traz diversas desvantagens, tais como:

  • Qualquer consulta necessita de um acesso à base de dados centralizada, que nem sempre está disponível.
  • A realização de qualquer auditoria interna ou externa normalmente feita de forma pontual e esporádica, sem possibilidades de auditorias em tempo real.
  • Caso haja necessidade de integração duas ou mais bases de dados centralizadas de empresas governamentais diferentes, utilizam-se VPNs e novas Web APIs, que trazem as mesmas dificuldades de disponibilidade e escalabilidade.
  • Os sistemas legados dos diversos participantes têm dificuldade manter a unicidade e sincronização das informações entre os dados locais e os dados presentes nas bases remotas.

Como o Blockchain pode ajudar na gestão de controle de sistemas de controle de saúde governamentais?



O Blockchain nasce do conceito de controle de informações em redes distribuídas.

Quando um determinado ativo se encontra presente em diversas bases de dados em diversas organizações, o Blockchain é a ferramenta ideal para realizar o armazenamento e controle do processo de forma 100% correta.

A definição de sistemas baseadas em Blockchain começa com os seguintes conceitos:

  • Ativo – informações que serão compartilhadas entre as organizações (ex: Prontuário Eletrônico ou Lote de Medicamento)
  • Participantes – todas as entidades que podem ler ou escrever dentro da rede distribuída. (Ex: Secretaria de Saúde ou Laboratório Privado)
  • Contratos Inteligentes – regras relativas ao processo para poder manipular os ativos do Blockchain (ex: Um paciente só pode receber uma dose de medicamento se estiver dentro do prazo de validade).
  • Consenso – hierarquia de escrita de leitura das informações. (ex: apenas o Laboratório pode criar lotes de medicamentos)

Tecnologias em Blockchain trazem características de imutabilidade, auditabilidade e escalabilidade que se encaixam perfeitamente para processos de gestão de saúde, nos quais as informações se encontram de forma distribuída.

GoMed - Barramento de Gestão de Informações de Saúde

A GoLedger desenvolveu um template de sistema de gestão de informações da área da saúde com o objetivo trazer um barramento de controle auditável, e à prova de fraude.

O GoMed se adequa aos diversos sistemas legados, fornecendo uma fonte única de informações, totalmente condizente com o processo da saúde que ele representa.

A instalação do GoMed depende da escolha do processo na qual se vai atuar.

GoVaccine

Demonstração de Controle de Vacinas – Integração do Supply Chain com o Prontuário Eletrônico.

A GoLedger escolheu o processo de imunização da área de saúde para poder demonstrar o potencial do sistema.

A demonstração é realizada pelo Blockchain GoVaccine, um template de controle e rastreabilidade de vacinas, com integração da cadeia de rastreabilidade de medicamentos e o prontuário médico eletrônico.

O Blockchain GoVaccine de controle é composto dos seguintes artefatos.

Agência Reguladora de Medicamentos.

Empresa Reguladora da Cadeia de Produção e Fornecimentos de Medicamentos.

Gestor Regulador GoVaccine

Gestor Web para controle da recebimento de vacinas e aplicação nos pacientes.

google play 2
Aplicativo Cartão Vacinação

Controle de vacinas do cidadão.

Laboratório/Fabricante/Importador de Medicamentos.

Organização responsável por cadastrar novos lotes de vacinas e medicamentos.

O laboratório pode enviar os lotes de medicamentos para as organizações dispensadoras (Dispensers).

Gestor Laboratório GoVaccine

Gestor Web para criação de medicamentos e vacinas pelo laboratório.

Aplicativo Medicamento Lote Blockchain

Criação de lotes de vacinas e medicamentos no Blockchain

Dispenser de Medicamentos.

Organização responsável por receber e aplicar as vacinas nos pacientes.

Gestor Dispenser GoVaccine

Gestor Web para controle da recebimento de vacinas e aplicação nos pacientes.

google play 2
Aplicativo Aplicador Vacina Blockchain

Aplicação de Vacinas no Paciente no Blockchain

Centro de Distribuição de Medicamentos.

Organização responsável por armazenar medicamentos.